Se eu fosse Primeiro-Ministro

a opinião tem uma origem

Quem precisa do maior abanão?

Posted by Vitor Oliveira em Junho 11, 2008

                É desta lição que o governo precisava. Os camionistas estão a ENSINAR o primeiro-ministro que não pode continuar a liderar o país de forma totalitária.

                É bom ver um governo que nunca volta com a palavra atrás, pelo menos quando devia, tremer e ficar retraído com a asfixia económica causada pelo boicote das transportadoras nacionais. Veremos se o governo muda a decisão e altera os planos orçamentais. Uma coisa é certa, do susto já não se livra! Será que apenas o governo está errado ou os portugueses tambem têm de assumir as responsabilidades dos seus actos?

                E é de um susto que os portugueses precisam. A crise existe, é um facto, mas os portugueses ganharam hábitos, luxos na maior parte, que dificultam ainda mais as suas contas. Uma casa e um carro próprio não devem ser encarados como um luxo, pelo menos se não estiverem acima das possibilidades de cada um. Mas pedir um empréstimo para ir de férias, gastar meio salário em roupas “fashion”, trocar de telemóvel apenas porque sim, queimar dinheiro em noitadas. Tudo isto ultrapassa a minha compreensão. Talvez ela até seja pequena, e aí o erro é meu!

                Por que motivo os portugueses estão tão eufóricos com o euro sabendo que Portugal atravessa uma das maiores crises da história? A crise vai desaparecendo a cada vitória? Não compreendo como o destaque nos media vai para um simples jogo da selecção sabendo que o centro e sul do país se encontram sem abastecimento de qualquer tipo de produtos.

Vitor Oliveira

 

Anúncios

5 Respostas to “Quem precisa do maior abanão?”

  1. H. Ramos said

    Os jornais jogam do lado de lá, pá…

  2. Sabido said

    “A reunião entre o ministro dos Transportes, a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) e os concessionários das auto-estradas terminou em acordo, depois de seis horas de negociação.

    As negociações começaram ao meio-dia e terminaram às 18h00, sendo que só às 19h15 a reunião deu-se por terminada, já que os envolvidos discordaram nas palavras a usar no comunicado sobre o encontro.

    A TSF apurou que enquanto a ANTRAM queria anunciar que tinham chegado a um «acordo», o ministro Mário Lino alegou um «entendimento» e o assunto foi mesmo levado ao primeiro-ministro, José Sócrates.”

    Pois é… mais vale manter o país parado mais uma hora e meia….

  3. mas temos de reconhecer que se não fosse algum “opio do povo”, já tínhamos todos entrado em depressão mental.

  4. veto11 said

    É so futebol…. As televisões deveriam criar um horario para dar noticias que não fossem de futebol, eu agradecia….

  5. renato said

    a euforia dos portugueses no euro so vem demonstrar k nao tem mais nada que lhe de alegrias…olhem para a qualidade de vida dos suiços e vejam o k eles vibram com a sua seleçao (e comparem os estadios reconstruidos la e os construidos ca… gostei de ver o k os camionistas fizeram, secalhar em alguns casos exageraram nas suas acçoes mas o pais anda num estado tal que se nao houver frentes como estas nao sei nao…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: