Se eu fosse Primeiro-Ministro

a opinião tem uma origem

Transparência na AP

Posted by Vitor Oliveira em Janeiro 15, 2009

No mínimo chocante. Mas infelizmente é bem mais do que isso. Começo a ficar farto dos políticos deste país, enganam, roubam, intrujam, fazem tudo o que lhes apetece e todos assistem a este cenário de forma impávida e serena. Como se não fosse suficiente ainda podemos ter acesso aos mais descabidos e embaraçosos roubos perpetrados por estes senhores.

 

No sitio intitulado “Transparência na AP”, podemos consultar, sob a forma de pesquisa, as mais estúpidas compras, ou roubos. Depende apenas se o ponto de vista é o dos compadrios entre entidades Adjudicadas/Adjudicante, ou o bolso dos portugueses.

 

 Por exemplo, pesquisando “Vale de Cambra”, ficamos a saber que a compra de uma viatura de 16 lugares para o transporte de crianças custou a câmara municipal 2.922.000,00 €. Se acha o preço exagerado o que dizer do preço de um ligeiro de mercadorias, comprado pela câmara á mesma entidade por 1.236.000,00 €. Provavelmente nestes preços está incluído as despesas em carros de luxo para as deslocações do presidente da câmara.

 

Pesquisando fotocopiadora, ficamos a saber que o município de Beja adquiriu uma fotocopiadora por 6.572.980,00 €. O modelo no site oficial da marca não ultrapassa os 5 últimos dígitos do número pelo qual foi adquirida.

 

Como podem estes senhores exigir respeito? Que credibilidade esperam eles que lhes seja atribuída? O lugar de quem rouba e burla não é na politica….

Anúncios

4 Respostas to “Transparência na AP”

  1. Após alguns contactos obtive a certeza. O site é oficial. na secção relativa a perguntas mais frequentes saliento o seguinte….

    “Há valores absurdamente elevados ou aparentemente duplicados. O Transparência na AP está a funcionar bem?”

    Ao que a admin respondeu

    “Tanto quanto sabemos, a informação presente no portal reflecte fielmente o que se encontra no BASE, mas com facilidade de procura.

    Não podemos pronunciar-nos sobre a eventual razão da existência de adjudicações aparentemente duplicadas ou com valores absurdamente elevados, seja lá qual for a razão…”

  2. Andreia said

    Alguns dos dados da base não são correctos. Por exemplo, a fotocopiadora não custou 6 milhões, mas 6 mil (confirmado).

    No entanto, não se pode admitir tantos erros numa base de dados governamental. A questão que fica é: todos os números exagerados são incorrectos ou não? Se forem, então os responsáveis são completamente incompetentes. E eu espero bem que seja erro deles, senão… por onde anda o país?

    Já agora, pesquisei “papel higiénico” e percebi que uma faculdade de Lisboa não quer que faltem rolos aos seus alunos 🙂
    E fiquei também a saber que “vinho branco e tinto” é coisa que não falta na Câmara de Loures!
    (Se estes dados também estiverem errados, pelo menos deu para rir um bocado…)

  3. Pois… sinceramente esperoque seja incompetência, pura e grave, de quem gere o sitio na internet. Éstamos a falar de um sitio oficial e que deverá conter informção credivel. No entanto o erro não estará no “Transparência na AP”, mas na base oficial do governo. Visto que o 1º apenas funciona como um motor de busca, facil e rapido, do segundo.

  4. marco said

    que engraçado, a viatura de 16 lugares desapareceu, mas entrou a iluminação de natal com um preço bastante aproximado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: