Se eu fosse Primeiro-Ministro

a opinião tem uma origem

Sócrates incentiva a crise!

Posted by Vitor Oliveira em Março 18, 2009

O CDS-PP continua a mostrar que actualmente é o melhor partido da oposição. Corrigiu o Primeiro-Ministro sobre uma proposta de lei inconstitucional. Uma proposta totalmente inoportuna. José Sócrates pretendia colocar em liberdade presidiários com penas compreendidas entre um e cinco anos desde que estes tivessem cumprido um sexto da mesma. Não faz sentido! Iríamos juntar a crise económica, o desemprego, aumento da criminalidade, clima instável e de insegurança (económica e social) aos habituais problemas de reinserção social. Porque motivo o Primeiro-Ministro continua a ludibriar os Portugueses? Para quando as medidas económicas e sociais que lhe são exigidas neste momento?

Para juntar ao desgoverno económico que o país atravessa Sócrates atribui mais um subsídio de folgança. Decidiu brincar, novamente com o dinheiro dos Portugueses. Ao invés de incentivar o emprego, ao jeito de Portas, decide reduzir 50% a prestação das casas para todos os desempregados. É assim que pretende criar emprego? Apesar do cenário económico não ser favorável em nenhum país em Portugal o cenário é bem pior, Sócrates não estimula a confiança económica necessária. Não existe políticas que diminuam o desemprego, e ainda por cima Sócrates toma medidas que aumentam o passivo do país. A banca está a fazer empréstimos para sustentar a luxuosa campanha eleitoral do Primeiro-Ministro, o que, devido ao rating do país, faz antever que a crise, pelo menos em Portugal, durará largos anos. Sócrates incentiva o desemprego!

Anúncios

4 Respostas to “Sócrates incentiva a crise!”

  1. Marco said

    A brincadeira eleitoral Sócrates é uma pechincha que irá rondar a modica quantia de 250 milhões de euros. Uns trocos para os nossos cofres.

  2. Manuel said

    É uma irresponsabilidade extrema…. o pior é que será reeleito.

  3. Andreia said

    A redução em 50% nos empréstimos é apenas uma medida excepcional que, a meu ver, pode muito bem ajudar algumas famílias “em desespero” agora, mas que não passa de uma ilusão.

    As famílias que tiverem desempregados e que recorram a esta possibilidade para aliviar a carga, terão de repor o dinheiro daqui a dois anos, assim como o encargo extra dos juros (ainda que a uma taxa bonificada).

    Conclusão: feitas as contas, não compensa usufruir da “boa vontade socretina”!

  4. Francisca said

    CARTA ABERTA

    Acerca dos contratos emprego-Inserção, hiperligação:

    https://docs.google.com/Doc?docid=0AX5aQKB-3QEAZGM2amR2ZDdfMjcxZzlndnc3YzI&hl=pt_PT

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: