Se eu fosse Primeiro-Ministro

a opinião tem uma origem

Respeitem o Politécnico!

Posted by Vitor Oliveira em Julho 15, 2009

Quando teremos finalmente a atenção que merecemos? O governo continua sem se debruçar sobre o problema que causou no ensino Superior Politécnico. É totalmente inconsciente e descabido a dissemelhança de tratamento entre ensino Superior Universitário e Politécnico.

Com os professores em luta, e numa greve que se arrasta desde o dia 7 de Julho, e que, por enquanto, poderá ser prolongada até dia 27 de Julho, os alunos são os mais prejudicados. É notório o desconforto dos professores, a meu ver têm toda a razão, no entanto urge resolver o problema, é fundamental que o Politécnico seja ouvido. Não faz qualquer sentido que existam trabalhadores precários durante vários anos. Muito menos que a carreira, a luta e o trabalho desses anos sejam postos em causa da noite para o dia.

Mariano Gago decidiu dar voz a algo que o governo tem deixado bastante claro durante os últimos 4 anos: 1 peso, 2 medidas! (Este insensato não se apercebeu, ainda, do poder do Politécnico).

Respeitem o Politécnico, queremos paz e tranquilidade numa altura de exames! Chega de sermos achincalhados por pseudo-políticos, lunáticos sem o mínimo de conhecimento sobre o nosso universo. (Se o têm não parece).

Anúncios

20 Respostas to “Respeitem o Politécnico!”

  1. É surreal que um estudante se prepare, durante uma semana, para um exame que depois não é realizado. É necessário munir esta problemática do protagonismo necessário para que possa ser, ouvida, debatida e resolvida.

    As eleições estão à porta.

    • Luis Toscano said

      Ola Vitor.

      Concordo que nos devemos reunir mas unica e exclusivamente para chegar a um consenso que nao prejudique + os alunos!

      Não sendo a greve dos professores propriamente uma luta dos alunos, e no respeito que as reivindicações destes nos devem merecer,
      entendo que os impactos negativos na vida dos alunos nesta fase do ano lectivo, quer pelo prolongar da greve quer pelas indefinições
      de que esta cada vez mais se reveste, entendo ser urgente promover a discussão de uma solução de compromisso e
      esclarecimento que ajude os alunos e a instituição a retomarem a normalidade, e nao dar força aos professores nem fazer disto uma manifestação!

      Gostaria de juntar à mesma mesa alunos e professores.

      Cumprimentos

    • ant said

      Olá bom dia.
      De facto o governo e o ministro têm ignorado completamente esta problemática. Vão assobiando para o lado. E assim a greve lá continuará. Os alunos do ISEC barricaram-se para mostrarem compreensão para com o problema e também exigir uma solução. http://tv1.rtp.pt/noticias/?t=Alunos-barricados-em-Coimbra.rtp&headline=20&visual=9&tm=8&article=232754 .Acho que no ISEL se poderia realizar algo do género. Até porque se a situação não mudar quem garante que a greve não continua em Setembro. É preciso colocar este ministro na ordem, ele não é um reizinho que faz o que quer e como quer com o poloitécnico.

      • Luis Toscano said

        Concordo com a Ant.
        Fecha-se o ISEL e pronto!

      • Vitor said

        Acho que devemos esperar pela RGA do dia 21 deste mês. Ou seja na próxima terça-feira às 15h. O abaixo-assinado encontra-se a circular, e na AE para quem quiser assinar. Vamos mostrar alguma união, neste momento.

        Frederico disse o seguinte à agência Lusa:
        “Se for preciso fechar o Ministério, fechamos o ministério, mesmo que isso signifique sermos presos pela polícia. Não temos medo”, disse à Lusa Frederico Leitão, presidente da Associação de Estudantes (AE) do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL).

  2. Anónimo said

    Quinta-feira ao meio dia teremos de mostrar que estamos com os prof. mas que exigimos respeito nas avaliações chega de brincar. Vamos dar protagonismo ao tema para que ele seja resolvido. Haja respeito por nos, pela nossa instituição.

  3. Vitor said

    Caros colegas passem a seguinte menssagem:

    Devido aos últimos acontecimentos no que diz respeito à greve às avaliações, à inoperância por parte do governo, bem como o contínuo desrespeito pelo politécnico e a falta de diálogo, um grupo de alunos do ISEL decidiu marcar um encontro quinta-feira dia 16 às 12h na entrada principal do respectivo Instituto.

    Este encontro tem como objectivo vincar o apoio dos alunos aos professores e também atribuir mais mediatismo e protagonismo junto da opinião pública. De forma a RESOLVER A PROBLEMATICA O MAIS CEDO POSSIVEL. Uma vez que são os alunos os, mais prejudicados quer pelo desrespeito demonstrado por este governo aos politécnicos quer por esta greve, quer apesar de justa, acarreta consequências graves aos alunos.

  4. M. T. said

    Os professores têm razão. Mas temos de lutar com eles. Se não seremos os mais prejudicados. É necessário que o Dr. Mariano Gago perceba que não pode subjugar as pessoas, não é justo as propinas sem exemaes, nao é justo trabalhar anos em situação precária.

    http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1391775

  5. said

    Acho que está aqui a resposta, no 11º comentário do link dado pelo M.T.

    “Já agora, caros alunos, vão falar com o CCISP. São eles os responsáveis imediatos acima do politécnico, talvez tenham uma solução (procurem no google, que aparece logo em primeiro).”

  6. Vitor said

    Amigos assinem a seguinte petição

    http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=ESP

  7. pfazenda said

    Antes de mais, como docente do ISEL, quero agradecer todo o vosso apoio.
    Temos tido bastante compreensão e apoio por parte dos alunos. É para nós muito importante este apoio e as iniciativas propostas, como a reunião de alunos para hoje em frente ao ISEL.
    Dignificar o Politécnico em todas as suas vertentes é um trabalho que tem sido desenvolvido ao longo de muitos anos pelos docentes e pelos milhares de alunos que por aqui têm passado. Acho que o Politécnico merece muito mais reconhecimento do que aquilo que tem tido em certos círculos políticos Mas como o Vitor Oliveira disse, o Politécnico pode ter muito poder se nos mantermos unidos.

    Aproveito também para divulgar um espaço para a discussão de assuntos relacionados com o politécnico.

    Grupo de discussão:
    Group home page: http://groups.yahoo.com/group/politecnico_pt
    Group email address: politecnico_pt@yahoogroups.com

    Cumps.

    Pedro Fazenda
    CEDET-ISEL

  8. Vitinho said

    Em greves deste género costuma o governo fazer sair uma requisição civil de forma a garantir serviços mínimos… Porque será que não o faz? Será que é necessário apelar ao exmo Sr. Presidente da República? Talvez uma carta a perguntar ao exmo Sr. Primeiro Ministro para quando a resolução deste problema que tanto afecta os alunos? Será que uma semana não chegou para o governo se aperceber que precisava de intervir? Ou será que não querem porque isso obriga a saber as razões do protesto, se calhar não dá muito jeito com a campanha eleitoral à porta…

  9. Renato Dias said

    Como aluno tenho pena do que se está a passar com os professores e compreendo a sua revolta, contudo acho que se devia ter tomado outras medidas que não envolvessem uma situação tão prejudicial para os alunos. tenho pena que passado tanto tempo da greve ter começado ainda não existam soluções ou informações que possam ser passadas aos alunos de forma a que não fossemos tão afectados e também que grande parte dos alunos, bem como a associação de estudantes não tenham tomado medidas convenientes para mudar esta situação.
    É uma pena que no ISEL exista uma união tão fraca tanto por parte dos professores, visto que muitos tem ideias contrárias face a este problema, bem como pelos alunos.

    Força Victor, continua assim
    Abraço

  10. Vitor said

    Acho que devemos esperar pela RGA do dia 21 deste mês. Ou seja na próxima terça-feira às 15h. O abaixo-assinado encontra-se a circular, e na AE para quem quiser assinar. Vamos mostrar alguma união, neste momento.

    Frederico disse o seguinte à agência Lusa:
    “Se for preciso fechar o Ministério, fechamos o ministério, mesmo que isso signifique sermos presos pela polícia. Não temos medo”, disse à Lusa Frederico Leitão, presidente da Associação de Estudantes (AE) do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL).

  11. ant said

    Cada vez chegam mais rumores de que a greve vai continuar em Setembro. Acham que se o problema não for resolvido agora, que em Setembro, e para mais havendo eleições, a greve nao vai continuar? Claro que vai. Está-se mesmo a ver. Só ninguém diz nada para não gerar pânico. Penso que o melhor seria fechar o ISEL agora e tentar salvar o Setembro. Acho eu…

    • Vitor said

      Teremos de discutir todas essas possibilidades na terça-feira durante a RGA. Mas concordo contigo. Não faz sentido terminar a luta a meio. Como tal tem de se resolver o problema o mais cedo possível.

  12. Vitinho said

    Decididamente há que tomar uma atitude, ou corre-se o risco dos prejudicados mais uma vez não conseguirem ver o seu problema resolvido atempadamente… Estas atitudes estão todas a pecar por tardias, o ministro nitidamente está descansado devido à falta de barulho dos lesados… É a eterna discussão com o funcionário quando não estamos de acordo com algo, mas devíamos era discutir com o Patrão. Discute-se com a senhora no balcão das finanças, mas quem fez a lei foi o ministro das finanças… Aqui nitidamente ou se vai ao ministro e se impõe a procura de uma solução, ou andar a atacar os docentes que no fundo reivindicam justiça é complicado…
    Quanto às divisões isso é claro como água, devem-se muitas das vezes ao comodismo e às guerras internas e outras ao pavor de quebrar a ordem instituida…

  13. Joao Rodrigues said

    Para quem não sabe ora aqui vai…
    Novo pré aviso de greve de 28 a 31 de julho e confirmada a continuação da greve até dia 27! Os Docentes tem todo o direito de fazer greve, estão a zelar pelos seus interesses mas estão a prejudicar e MUITO os alunos! é uma vergonha o que estão a fazer…quem faz greve esconde-se pois quando é para vigiar um exame de uma cadeira que não lecciona diz que estão em greve e quando é a sua cadeira diz que não tem professores para vigiar!!! É uma vergonha o que se está a passar, Nem unidos estão!!!Pelo menos faziam uma lista de exames que não se realizariam…mas se o fizessem acabavam com a farsa de greve que estão a fazer, se é que compreendem, logo é lógico que não o vão fazer e os alunos que se lixem!!!

    cumprimentos

  14. Joao Rodrigues said

    Tive pena de não ter comparecido a RGA pois tive de estudar, para um exame adiado, que ainda não sei se o vou ter…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: