Se eu fosse Primeiro-Ministro

a opinião tem uma origem

O camarada Armando

Posted by Vitor Oliveira em Novembro 6, 2009

José Sócrates afirmou que o entristece o envolvimento do seu amigo Armando Vara no processo “Face Oculta”. Quem pensava que Sócrates era um ser autoritário e rude que se desengane.

O nosso Primeiro-Ministro fez uma carreira política com o arguido Armando Vara. Só não percebo qual! No entanto nota-se que tiveram uma forte ligação profissional. (Nada de segundas interpretações, não me estou a referir negócios ilícitos, muito menos referi o caso Freeport, a Galp, a média diária de 10 projectos de Engenharia, nada disso. Aliás se o fizesse era estupidez, estamos a falar de uma carreira a dois.)

Claro que um arguido não é culpado, pelo menos até que alguém prove o contrário. Porém quem deixa o Primeiro-Ministro triste arrisca o fundo de desemprego. Logo, temo que ninguém o prove, pior que alguém descubra que foi tudo um erro, que um directo da PJ seja demitido e o estado condenado a uma indemnização. Nem tudo é mau, desta forma a tradição não será quebrada, mais um caso ficará por resolver, mais um(s) crime(s) de colarinho branco será arquivado(s).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: