Se eu fosse Primeiro-Ministro

a opinião tem uma origem

Archive for the ‘Política internacional’ Category

França, Coragem e Caracter

Posted by Vitor Oliveira em Setembro 6, 2010

É relevante a nova política internacional traçada pelo Governo Francês. Saliento dois pontos fundamentais: Os condenados não podem pedir nacionalidade francesa; Aqueles que se encontram em situação de pobreza prolongada podem vir a ser expatriados.

Sobre a primeira medida não restam quaisquer dúvidas da sua validade. A segunda tem gerado polémica junto de diversos órgãos internacionais. Eu concordo plenamente com a ideia, o objectivo da imigração é o de obter um melhor nível de vida, se o objectivo não está a ser alcançado a expatriação é uma espécie de bênção.

Por mais curta que seja a distância, entre estas medidas e avanços de cariz xenófobo, ela existe. É um princípio de mudança, de combate à pobreza “sanguessuga”, às redes de tráfico de droga, à prostituição e à criminalidade.

O que fez a União Europeia quando lhe foi solicitada ajuda no combate a estes problemas sociais? Nada! O que fizeram as organizações internacionais? Nada! No entanto criticam quem tenta intervir.

“A violência resulta do medo das ideias dos outros e da pouca força das próprias”. Forges

Posted in Política internacional | Com as etiquetas : , , | 2 Comments »

Paulo Rangel ao PE

Posted by Vitor Oliveira em Maio 19, 2009

Sei que o voto é secreto, no entanto nada me proíbe de revelar as minhas intenções de voto. No caso das eleições para o Parlamento Europeu, estão com o cabeça de lista social-democrata, Paulo Rangel.

Alguns dos factores que me influenciam na escolha são:
A franqueza com a qual o candidato repudiou a atitude de Elisa Ferreira. A candidata afirmou que apenas “emprestou” o nome à lista;
O espírito empreendedor revelado pelo candidato, nomeadamente ao sugerir uma espécie de erasmus para jovens trabalhadores. Acho esta medida bastante inovadora, proveitosa e aliciante para todos os jovens;
Outro factor igualmente importante foi a oposição por parte do candidato à ideia de um bloco central no panorama político Português.

Rangel é um candidato que actua, alvitra e intervêm. A respeito de Vital Moreira, o candidato socialista, sinto-me envergonhado. Vital Moreira vive na sombra das intervenções públicas do seu líder, e quando decide “dar um solo” aos portugueses as suas intervenções são vazias de nexo. Para não falar das declarações de Vital Moreira quando foi insultado nas comemorações do 1 de Maio.

Posted in Política internacional | Com as etiquetas : , , , , | 3 Comments »

Quando se ataca a oposição…

Posted by Minerva em Março 23, 2009

Da Rússia, chega-nos a notícia de que o líder da oposição, Boris Nemtosov, foi esta manhã atingido com amoníaco nos olhos. A situação pode ser mais do que um mero ataque.

O antigo ministro é actualmente candidato à presidência da Câmara de Sotchi que, em 2014, recebe os Jogos Olímpicos de Inverno. Foi precisamente antes de uma conferência de imprensa, na sede de candidatura, que Nemtosov foi atacado. Chamou a polícia três vezes, mas ninguém apareceu.

Nemtosov diz que foi uma provocação a mando do Kremlin…

Posted in Política internacional | 2 Comments »

PPE (des)valoriza Barroso?

Posted by Vitor Oliveira em Março 20, 2009

É oficial: Durão Barroso será o candidato da federação europeia dos partidos conservadores/democratas-cristãos (PPE). Os membros do PPE incluem os primeiros-ministros da França, Alemanha, Itália, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Polónia, Malta e Roménia. Com um apoio deste calibre é quase certo, pelo menos para mim, que Durão Barroso irá permanecer mais cinco anos em Bruxelas.

Só não compreendo porque motivo Sarkozy, Merkel e Jean Claude Junker apoiam o candidato luso. Talvez pela forma leal como Durão segue o que lhe pespegam, talvez para estes o melhor candidato seja o candidato que tem três qualidades fundamentais: sujeição, inacção própria e pouca popularidade.

Apesar de não ter nada contra Durão Barroso, também não tenho nada a favor. Talvez tenha… Contra, afinal, e por enquanto, a cimeira de Lisboa foi um fracasso. Talvez a cimeira das Lajes já o tenha sido. E por falar em fracasso, a forma como saiu do país deixa muito a desejar. Não condeno, no entanto eu não o teria feito!

Posted in Política internacional | Com as etiquetas : , , , , , , | Leave a Comment »

Nova Guerra Fria

Posted by Minerva em Março 17, 2009

As relações entre a Rússia e o Ocidente estão agora mais “quentes”, depois de o Presidente russo, Medvedev, ter anunciado um grande reforço das Forças Armadas russas a partir de 2011.

Esta medida do Kremlin é, segundo Medvedev, consequência da ampliação de  infra-estruturas militares da NATO perto das fronteiras da Rússia, mas também um plano para estimular a economia russa.

A duas semanas do encontro presidencial com Barack Obama, este plano deve ser considerado como um “aviso” aos países ocidentais. E tem de ser levado a sério.

Estaremos perante o ressurgir de uma segunda Guerra Fria ou, pelo contrário, deve esperar-se uma “Guerra Quente”, com recurso ao armamento como resolução dos conflitos políticos? Ninguém sabe o que acontecerá nos próximos anos, mas tudo indica que as tensões entre as duas forças se agravem. E devemos entender que a Rússia tem os seus motivos para não se deixar ficar para trás.

Posted in Política internacional | Com as etiquetas : , , | 4 Comments »