Se eu fosse Primeiro-Ministro

a opinião tem uma origem

Archive for the ‘Se eu fosse Primeiro-Ministro’ Category

Poder ou justiça?

Posted by Vitor Oliveira em Janeiro 5, 2011

Até ao momento já deram entrada nos tribunais 40 providencias cautelares contra os cortes salariais que o governo pretende implementar. Numa altura em que os media se focam no caso BPN e nas eleições Presidenciais, esta medida despoletou um forte interesse. Apesar de ser necessário defender todas as causas contra a duvida e o sentimento de injustiça, sobretudo, quando estas duvidas são Constitucionais, é mais importante manter a ordem e a hierarquia governamental bem definida. Tal como defende Miguel Sousa Tavares, “colocar os tribunais comuns, de diferentes comarcas, a julgar as Leis do governo e a decidir sobre a sua inconstitucionalidade pode levar a uma usurpação do poder“.

John Locke, 1689, em ‘Segundo Tratado sobre Governo Civil”:
“[…] sendo razoável e justo eu devo ter o direito de destruir aquele que me ameaça com destruição.” [pg 14] should we?

Anúncios

Posted in Leis, Media, Política, Se eu fosse Primeiro-Ministro | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Manuel Alegre, o candidato (II)

Posted by Vitor Oliveira em Dezembro 14, 2010

Manuel Alegre, o destrutivo candidato Presidencial, tentou, mais uma vez, manchar a imagem pública, enviar indirectas e condenar o passado de Cavaco Silva. Sei que Manuel Alegre afirma solenemente que “não condena o passado de ninguém” não é uma “pessoa de criticar indirectamente”. No entanto qual o motivo e qual o objectivo, da seguinte afirmação: “Eu não fui dar o meu nome á PID a dizer que era bem comportado”. Qual o motivo que leva o candidato Socialista a enaltecer o seu passado com afirmações pejorativas para outrem, a angariar votos com constantes críticas e, acima de tudo, a não promover os seus ideais?

“Cuidado com o desespero” até porque “a minha vida antes do 25 de Abril foi muito simples, muito transparente”, respondeu hoje, Cavaco Silva. E com esta frase disse muito e definiu tudo. Está na hora de iniciar a campanha, de fazer política e de suscitar valores.

“A coragem alimenta as guerras, mas é o medo que as faz nascer.”, Émile-Auguste Chartier

Posted in Política, Se eu fosse Primeiro-Ministro | Leave a Comment »

Vamos ser ricos!

Posted by Vitor Oliveira em Novembro 9, 2010

É este o nosso espírito. Não interessa o que temos, apenas o que falta alcançar. O eterno acreditar, que em muito caracteriza o nosso povo, não poderá ser lógico. Sobretudo numa altura em que existe a possibilidade de vendermos títulos do tesouro nacional. Não sei se será mau. No entanto, será que o governo conhece a relação beneficio/custo? (É preciso estudar, avaliar todas as hipóteses e decidir com transparência.)

Nada de pessimismos que a crise é global. (Estranho.) Tal como os outros países se vão erguer, nós, conseguiremos nos REerguer. Mas melhores. Mais ricos. Iremos mesmo? Talvez! Desde que se mude a realidade; Sem importar 80% do que consumimos na alimentação, concretamente:2/3 do peixe é importado , metade do azeite vem de… Espanha e 80% da matéria-prima das agro-pecuárias vem do estrangeiro, Com parceiros comerciais que permitam um aumento da exportação, Sem existir um estado devedor: Existindo uma organização estatal cumpridora e que transmita confiança ao investimento, suscitando-o e aumentando, coerentemente, o poder de compra (através do dinheiro que deve e não só).

Até lá chega de sonhos. Esses pertencem aqueles que lucram com a sobreposição geográfica, não agora, mais tarde…

“Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico”, Sêneca.
“Nós a chamamos de economia política porque não é nem economia, nem política”, Stephen Butler Leacock

Posted in Economia, Se eu fosse Primeiro-Ministro, Sociedade | Com as etiquetas : , , , , , , , | Leave a Comment »

Plágio: usurpação ou estupidez?

Posted by Vitor Oliveira em Outubro 7, 2009

Antes de mais quero agradecer a informação dada Pelo blogue KruzesKanhoto. A atitude demonstrada pelo ******, que se intitula, Bo@vid@ Pires é repugnante.

Este estulto plagiou o texto publicado neste blogue, no dia 5 de Setembro de 2008. Não fez qualquer referência à fonte, publicou o texto integralmente, devido à enorme capacidade intelectual, demorou um mês a publicar o texto. Para diminuir a atitude indecorosa, decidiu não alterar nada ao poste, mesmo nada, nem sequer retirou/alterou o negrito das ideias chave.

Lanço o repto do KruzesKanhoto, e sugiro que o autor do blogue “Cu de Oeiras” plagie este texto e o publique, de preferência que o faça na íntegra. Já agora acho o nome do blogue bastante sugestivo, talvez dê para compreender alguma coisa…

Posted in Se eu fosse Primeiro-Ministro | Com as etiquetas : , , | 1 Comment »