Se eu fosse Primeiro-Ministro

a opinião tem uma origem

Posts Tagged ‘Cavaco Silva’

Recandidatura de Cavaco Silva

Posted by Vitor Oliveira em Outubro 26, 2010

Será apresentada hoje a recandidatura de Cavaco Silva ao cargo de Presidente da República, a apresentação será no mesmo local que o actual Presidente da República utilizou há cinco anos. Os mandatários deverão ser maioritariamente os mesmos, dos quais destaco Medina Carreira. Como nada acontece por acaso, muito menos no mundo político, António Lobo Xavier, ex-dirigente do CDS, será o mandatário pelo Porto. É de concluir que na reunião do Conselho Nacional do CDS, a decorrer amanhã, se avance para um apoio à recandidatura de Cavaco Silva. Com esta (hipotética) decisão fica de parte uma segunda candidatura de direita. Algo que lamento. Não obstante do apoio ao actual presidente, o poder de escolha em todos os espectros políticos seria um apelo ao voto e um passo para o engrandecimento político.

Creio que Cavaco Silva irá vencer as presidenciais. Algo que será, face ao cenário actual, desejável. Por um lado não terá a pressão do agrado as massas na hora de decidir, vetar e/ou intervir, uma vez que uma segunda recandidatura não é permitida. Por outro, não existe uma real oposição. Ao contrário do que se passou há cinco anos Manuel Alegre não tem sido construtivo. Será por falta de um candidato de uma facção política semelhante? Espero para ver o que mudará na “campanha” de Manuel Alegre e quais as ideias defendidas por Fernando Nobre.

“Seria estranho num país em que toda a gente – responsáveis – mente, e que não se retrata, passasse a ser quem alerta para as verdades que tivesse que se retratar”, Manuela Ferreira Leite. (A frase foi escolhida para credibilizar e simplificar a interpretação da política nacional.)

Posted in Política | Com as etiquetas : , , , , , , | 1 Comment »

Orçamento de Estado: A polémica

Posted by Vitor Oliveira em Setembro 23, 2010

Estará tudo doido? Portugal está neste momento, segundo Teixeira dos Santos, a lutar arduamente para que o défice, este ano, seja 7,3%. E temos a excelente meta dos 4,5% de défice para o ano. Alguém acha isto normal? Para mim, nem a crise o justifica! Teixeira dos Santos perguntou hoje onde poderá o estado poupar, através de cortes com a despesa pública, os 4500 milhões de euros necessários para a redução do défice em 2011. Que tal esta solução; apertem vocês o cinto, desistam do aumento de 2000 milhões de euros com a despesa pública prevista para o próximo ano, controlem as empresas e as obras públicas, reduzam as viaturas ao serviço e controlem as fundações, sanguessugas, que existem à custa do estado e em nada contribuem para o bem-estar da população

Crise para quem? Chega de um país pobre, endividado e sem o mínimo de receita face à despesa a pagar os luxos da classe política. Que se leia: assessores, carros de luxo, quadros da polícia a servirem de motoristas, viagens e gastos pessoais.

Apesar de tudo isto:
A comunicação social, sempre encarregue da devida lavagem cerebral, anda preocupada porque não houve um pré-acordo entre PSD e governo. O acordo não existiu agora mas vai existir, haverá mais um caso limiano, ou o que surgir, a viabilizar o orçamento para 2011.

Pedro Passos Coelho foi visitar a feira de Arouca, uma boa escolha, recomendo o bife de carne Arouquesa e o vinho verde da zona. (E se não for pedir muito, proponha, colabore e defenda um povo que sempre trabalhou.)

Sócrates foi de viagem a Nova Iorque, claro que em representação do aparelho de estado, estou certo. (Ao Primeiro-ministro já não peço nada, sinto que já tem dado o bastante. Tanto que chega!)

Manuel Alegre continua a sugerir porque não deve ser Cavaco, ainda não percebi o motivo pelo qual deve ser ele, o próximo Presidente da Republica.

Cavaco Silva continua mais preocupado em fazer o trabalho do governo e da oposição que o seu próprio. Estará à espera, como sempre acontece, de um segundo e último mandato para agir, e, infelizmente, vai acontecer.

Finalmente, Teixeira dos Santos apareceu no plenário. Não percebi a utilidade. Quer dizer, pelo menos fiquei a saber que o governo está bem, o plano bem traçado e executado. Talvez estejam todos os outros, (FMI, Fundo Europeu, oposição, população, …), errados.

Posted in Política, Sociedade | Com as etiquetas : , , , , , , | Leave a Comment »

Manuel Alegre, o candidato

Posted by Vitor Oliveira em Junho 26, 2010

Manuel Alegre iniciou a pré-campanha para as eleições presidenciais, confesso que fiquei desiludido com o discurso do candidato socialista.

Manuel Alegre criticou, criticou mais uma vez e voltou a criticar o realismo de Cavaco Silva. Afirmou que, “um Presidente da República não pode nunca dizer que Portugal vive uma situação insustentável, porque isso cria dificuldades ao próprio país”. Disse ainda, que “foi durante o consulado do então primeiro-ministro Cavaco Silva que se investiu muito mais no betão do que nas pessoas e que o endividamento cresceu, nessa altura, cerca de dez por cento.”

(Qual a aposta que o governo faz nas pessoas? De certeza que não é fechando escolas e obrigando alguns alunos a percorrer diariamente mais de 50km para ter direito à educação.)

Vou repetir uma frase de Manuel Alegre “é preciso ter uma visão do país que não confunda Portugal apenas com um manual de finanças”.

Posted in Media, Política | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

O 10 de Junho

Posted by Vitor Oliveira em Junho 11, 2010

O 10 de Junho é um dos dias mais relevantes do calendário nacional. Dia em que se cativam os contribuintes a lutar, defender (e a embolsar, claro está) um Portugal melhor, um país mais capaz e solidário. A juntar a toda a motivação habitual, este ano, assistimos a um amplo aparato político . O Presidente da República, Cavaco Silva, sublinhou qual deve ser o rumo, não se ficou pela motivação, sugeriu, o que cada vez mais deve ser valorizado….

Para quem tem andado despercebido o Presidente da República fez um sumário: O desemprego “é o maior flagelo da nossa economia”; o pior da nossa crise são, os “jovens que se interrogam sobre o futuro”, as “famílias que fazem contas à vida”, bem como todos aqueles “que temem pelo seu emprego”. O Sr. Presidente vai-me desculpar mas, que tal incentivar a sociedade à coerência? Compreendo esta dificuldade, sobretudo quando existem deputados que acumulam vários cargos, quando a redução do numero de deputados provoca tanto escândalo. É fácil falar, mas quando chegou a hora de agir, interessou mais a liberalização do aborto, os casamentos homossexuais, a liberalização das drogas leves, que a resolução dos problemas de fundo que realmente afectam o país.

Diz Cavaco Silva que “os sacrifícios devem ser repartidos de forma equitativa e justa”. Foi neste momento que relembrei a redução dos ordenados do governo e fiz a comparação com aquilo que sucedeu em Espanha. Portugal, um país que possui um dos ordenados mínimos mais baixos da Europa, afinal é rico nos cortes com o sistema político. Coerência?

Para finalizar quero sublinhar uma das frases que o Presidente da República disse hoje, “não foi com o desalento que se construiu Portugal”. Considero que não tenha sido mas, infelizmente, tudo muda. Mudaram-se as gentes. Foi-se o alento e com ele fugiram também os lideres sabedores e capazes, vieram os compadrios políticos, desapareceu a visão futurista e capaz de aproveitar todos os recursos que o país pode oferecer…

Posted in Política, Sociedade | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

PS, Alvo de injustiças

Posted by Vitor Oliveira em Dezembro 21, 2009

O PS está a ser terrivelmente persseguido. O Presidente da Republica, Cavaco Silva, que de forma descabida atribui a máxima importância ao “desemprego do país, no endividamento do país, no desequilíbrio das contas públicas, na falta de produtividade e de competitividade do nosso país”. Para alem de perceber a importância que o “país” tem para o nosso PR, tal a quantidade de vezes que fala nele, compreendo tambem que Cavaco não vive a política nacional da melhor forma. Não é nem nunca será de bom tom , que os politicos nacionais se esforcem para colmatar aqueles que são verdadeiros problemas de fundo.

E com isto tudo quem sofre é o PS. Não é justo que o PR dite quais as medidas que o governo deve cumprir em primeiro lugar. Ha que definir prioridades, e neste momento, quem se importa com o desemprego e com outras medidas totalmente eleitoralistas?

Gosto tambem da facilidade com que surge a quezília política. O PR nem se pronunciou sobre o casamento homossexual, e é logo acusado. Acusado, provavelmente, por defender outros ideais, outras prioridades e actuar de uma outra forma. Não chega fazer um Decreto-Lei? Seria, talvez, expectável para o PS, que todo o país demonstrasse publicamente a gratidão para com o seu governo. Pois este cumpriu uma promessa e provocou um justo equilibrio social.

Posted in blog, Política | Com as etiquetas : , , , , | Leave a Comment »

Há coisas que não mudam

Posted by Vitor Oliveira em Outubro 2, 2009

Continua tudo na mesma. Entendo que o novo governo ainda não tenha tomado posse, no entanto estava à espera que houvesse mudanças. José Sócrates, no discurso de vitória de domingo, vincou a sua posição perante os jornalistas, a velha embófia. Compreendo a forma como ele os encara, mas também percebo as interpelações que os jornalistas lhe fazem. Com tanta balbúrdia…

As relações entre Belém e São Bento voltaram à primeira versão. Talvez, devido às declarações do Presidente da Republica, que terminou com a especulação. No entanto as “boas conversas” entre as duas partes não me parecem um bom presságio. Sobretudo porque um dos cenários possíveis, e talvez o mais forte, é que o governo de Sócrates trabalhará, talvez não seja a palavra certa, para conquistar os Portugueses, renunciará de seguida ao cargo e pedirá novas eleições. Com uma relação PM-PR, tão permissiva, voltaremos ao que sucedeu há bem pouco tempo. Depois volta o veto, de seguida a birra, o mimo e a teimosia. Em qualquer cenário, este mandato ficará pela metade.

O melhor desta “boa conversa” foi a pontualidade dos intervenientes. Acho que é preciso dar o adágio aos Portugueses. Um país com baixos índices de pontualidade não poderá evoluir. E acho bem que duas das mais altas instâncias nacionais dêem o figurino por tão nobre causa. Um momento. Pois… Acabei de ser informado que o Primeiro-ministro teve um atraso de 20 minutos. Foi um atraso pequeno, não é quase nada, no final de contas, (esta expressão já me parece muito bem aplicada), o que são 1200 segundos na vida das pessoas? Uma ninharia. E depois continuamos a ter um bom exemplo, o Presidente da Republica, chegou a horas, e estou certo que não foi devido ao encontro ter sido em sua casa.

Vitor Oliveira

Posted in Política | Com as etiquetas : , , , , , | 2 Comments »

Belém pia, São Bento embezerra

Posted by Vitor Oliveira em Julho 1, 2009

Finalmente rebenta a bolha, António Vitorino criticou o “activismo declaratório” de Cavaco Silva. No inicio do mandato de Cavaco Silva só havia troca de elogios entre presidente e governo. Agora, zangadas que estão as comadres, Vitorino tem até coragem para dizer, “surgiu este activismo, mesmo contrariamente aquilo que é o seu hábito: falar de questões de política interna no estrangeiro.” Tanto desespero…

Quer me parecer que o facto de se falar de assuntos da política interna no estrangeiro é para que haja, por parte dos Portugueses uma maior consciencialização para os problemas político-sociais nacionais. Por um lado parece ser mais importante, pois o chefe de estado perde tempo durante uma viagem de trabalho, paradisíaca, a falar sobre esses problemas. Por outro lado, devido aos diferentes fusos horários os Portugueses estão mais atentos. Não se encontrando nem a ver telenovelas nem futebol.
Há ainda, a meu ver, uma interpretação política daquela que tem sido a evolução da atitude de Cavaco Silva. Acredito que depois de Jorge Sampaio inumar o PSD para uma possível reeleição, chegou a vez de Cavaco contribuir para esse jogo de poder. E se a estratégia de Sampaio foi não convocar eleições, para permitir uma auto-destruição do PSD e a posterior destituição. Cavaco preferiu aproveitar o mediatismo e a imagem Clean do governo para aumentar gradualmente as reprovas, os vetos e os conselhos, moldando a opinião pública. Coincidência o PSD subir nas sondagens, nos últimos tempos, sempre que Cavaco intervêm?

Posted in Política | Com as etiquetas : , , , , , | 1 Comment »

Lei da Segurança Interna

Posted by Vitor Oliveira em Agosto 26, 2008

O líder parlamentar do PSD, Paulo Rangel, considera que a promulgação dos dossiers das Leis de Segurança Interna e de Organização da Investigação Criminal retira ao PS “qualquer desculpa para não tratar da situação de insegurança”. Concordo e acrescento, melhor, retiro: a promulgação retira ao PS qualquer desculpa. É a única vantagem, no meu entender, desta promulgação. Desta forma, não haverá motivo para uma cena eleitoralista de vítima.

Eu não concordo com a Lei de Segurança Interna. Não por ser um acérrimo social-democrata, pois decididamente não sou. Muito menos por ser anti-socialista. Unicamente não consigo perceber as alterações e as vantagens da mesma. Será normal que uma Lei que foi “chumbada” por toda a oposição, desde o CDS-PP ao Bloco de Esquerda, e também por Manuel Alegre e Teresa Portugal, não mereça maior discussão e transparência?

Foco-me sobretudo na Lei de Segurança Interna, pois Sócrates continua a insistir na Super-Polícia. Por outras palavras, o Secretário-Geral de Segurança pode interferir em áreas da competência do Ministério Público, como é o caso da investigação criminal. Plenos poderes para que haja plena confusão, perdão, coordenação. Creio que em caso de erro a culpa será “sempre do electricista”. Será que Sócrates tenta, estupidamente, criar uma espécie de Patriot Act? Fica a questão.

Vitor Oliveira

 

Posted in Leis, Política | Com as etiquetas : , , , , , , , | 1 Comment »

Cavaco veta “Lei-Relâmpago” do divórcio

Posted by Vitor Oliveira em Agosto 20, 2008

Cavaco Silva vetou o novo regime jurídico do divórcio. Agrada-me que, pelo menos durante mais algum tempo, o disparate seja travado. É muito bom ver um Presidente da República tomar medidas desta importância no seu primeiro mandato. Ainda bem para os cônjuges mais desfavorecidos, e para as crianças, que Cavaco nao aderiu ao divórcio “simpléx”.

Como referi anteriormente, “Não me parece que, com um sistema de justiça cada vez mais lento, a principal preocupação seja considerar a violência doméstica uma causa para o divórcio, em vez de criar uma forma de punir os prevaricadores. Não acredito que os agressores consintam o “divórcio simplex” sem dificultar a vida, como muitas vezes sucede, aos seus cônjuges”.

Vitor Oliveira

Posted in Leis, Política | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

A opinião de Soares

Posted by Vitor Oliveira em Agosto 5, 2008

“é de natureza político constitucional e, na fase em que se encontra, cabe ao Parlamento agora pronunciar-se e não aos portugueses em geral”. É esta a opinião de Mário Soares sobre a polémica gerada em torno do novo Estatuto da Região Autónoma dos Açores.

O antigo Presidente considera uma preocupação legítima por parte do actual Presidente da Republica mas criticou Cavaco Silva por ter feito uma intervenção televisiva, na qual fez transparecer todas as suas duvidas sobre a matéria. A velha escola politíca do esconde esconde!

Eu concordo com a atitude de Cavaco. O Tribunal Constitucional considerou inconstitucionais oito artigos! E, para o presidente outras normas lhe suscitam sérias duvidas, como tal aplaudo vivamente a atitude de transparência que Cavaco Silva teve com os Portugueses.

O país não é da classe politíca. É justo que se saibam os problemas relevantes do país. Sr. Mário Soares, por mim falo, não estava á espera de um comunicado sobre o aumento do custo de vida. Ninguem interrompe as férias para fazer um comunicado desactualizado.

Vitor Oliveira

Posted in Política | Com as etiquetas : , , , | 2 Comments »

Concertação ou especulação?

Posted by Vitor Oliveira em Abril 30, 2008

Pela décima quarta vez este ano o combustível vai subir. Parece-me que estas subidas nos preços dos combustíveis em apenas 4 meses tornam a vida dos portugueses cada vez mais insustentável.

                Qual o motivo de nova subida? Apesar do barril do crude ter sofrido novo aumento, este aumento só foi registado face ao dólar. Desta premissa só posso concluir que se trata de especulação ou concertação.  Seria vantajoso, mais não fosse para eliminar a desconfiança, uma análise da situação por parte das entidades competentes.

Vitor Oliveira

Posted in Economia | Com as etiquetas : , , , | 2 Comments »

Presidente da Républica dá lição de económia

Posted by Vitor Oliveira em Abril 29, 2008

Cavaco Silva

A crise económica é uma realidade. Embora os nossos governantes apregoem aos quatro ventos que o país já possui alguma margem de manobra económica e que o défice não é excessivo, os Portugueses ainda não sentem melhoras na economia.

Possivelmente não se sintam melhoras pela redução do IVA ainda não ter entrado em vigor. Porém a minha opinião é de que para descer um ponto percentual mais vale não descer. A descida não se irá notar porque os comerciantes não vão baixa os preços, vão sim aumentar a margem de lucro. Se alguém duvida disto basta relembrar o que aconteceu com os ginásios a quando da descida do IVA em dezasseis pontos percentuais. Nesta altura poucos ginásios baixaram os preços, os que o fizeram foi sob campanhas de promoções…. Estranha promoção pois aumenta o lucro!

Cavaco Silva decidiu aconselhar o governo a agir com precaução. De facto “não seria aceitável que o PIB voltasse a subir para os 3%”. Foi interessante que o Presidente da Republica falasse da crise económica na véspera de mais um encontro do “Grupo de Arraiolos”*. Espero que o governo compreenda a mensagem e não inicie uma caça ao voto com o dinheiro dos contribuintes. Depois de tanto sacrifício voltar a cair na lista negra da Comissão Europeia seria desesperante.

· “Grupo de Arraiolos” foi o nome com que ficou conhecido a reunião anual de oito presidentes não executivos da Comissão Europeia. A reunião ocorre todos os anos num país diferente. O nome deve-se á primeira reunião ter ocorrido na aldeia Alentejana com o mesmo nome.

 

Vitor Oliveira

 

Posted in Economia | Com as etiquetas : , , , | 3 Comments »