Se eu fosse Primeiro-Ministro

a opinião tem uma origem

Archive for the ‘Desporto’ Category

Sporting “arrasado” na imprensa alemã

Posted by Minerva em Março 11, 2009

Depois da pesada derrota em Munique (7-1) e da “calorosa” recepção em Alvalade, o Sporting depara-se ainda com  duras (duríssimas!) críticas na imprensa alemã.

“Sporting é uma equipa desoladora, assustadoramente fraca”

“Polga dançou Polka” e “Sporting não tem qualidade para estar neste patamar do futebol europeu”

Para onde vai a equipa de Alvalade?

Anúncios

Posted in Desporto | 4 Comments »

Abandonar o barco

Posted by Minerva em Agosto 19, 2008

O que fazer quando as expectativas sao muitas e os resultados quase nulos? A resposta é simples: demitir-se, abandonar o barco. Pelo menos, é o que fará o presidente do Comité Olímpico de Portugal, Vicente Moura (segundo a Sic Notícias), em Dezembro.

Nada a que nao estejamos habituados. Gustavo Lima, que ficou em quarto lugar, anunciou o fim da carreira. Também Francis Obikwelu terminou a carreira “mais cedo”, sem participar na última prova… Parece tradiçao desistir quando as coisas nao correm bem. Vergonha ou frustraçao?

Mas nem tudo sao más notícias: a atleta Jéssica Augusto vai afinal participar na eliminatória dos 5.000 metros (há quatro dias disse que falharia a prova).

Aproveito para felicitar Vanessa Fernandes pela medalha de prata! Apesar de tudo, ainda há portugueses que lutam até ao fim…

Posted in Desporto | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

Uma espécie de atletas Olímpicos

Posted by Vitor Oliveira em Agosto 16, 2008

Quero agradecer a Obikwelu o que fez por Portugal. Mas como reconheço os feitos, devo falar nos defeitos! Não considero justa, para os portugueses, a forma como o atleta se despediu da competição. Não lhe pedia medalhas, embora não lhes negue a importância. Bastava que assumisse o compromisso olímpico até ao fim ao invés de fugir quando algo corre mal. Rapidamente assumiu a nacionalidade.

Este comentário diz muito: “Depois de gastar 14 MILHÕES DE EUROS no projecto Olímpico para Pequim (que de projecto tem muito pouco, ou nada) o Presidente do Comité Olímpico, Vicente de Moura, despedia-se assim dos atletas Olímpicos: “Vamos conquistar pelo menos quatro medalhas, esta foi a primeira vez que a preparação olímpica e o dinheiro foi entregue ao COP”. Este homem sabe o que quer em euros!!! Pois o próximo Projecto Olímpico, para Londres 2012, pediu ao Estado 16 M€. Mais para os Jogos da Lusofonia, quando já há os da CPLP. Os contribuintes que pagam a estes ilustres visionários e iluminados “olímpicos do desporto”. Palavras para quê? É mais um “artista português” à conta do erário público.”

O mais grave é a falta de carácter. Considero vergonhosa a forma acriançada como os nossos atletas se desculpam quando deixam de sonhar e vêm a realidade: o cavalo estava nervoso; o clima é mau; o ar irrespirável; e claro, a mais portuguesa das desculpas, os árbitros. Como se não bastasse, ainda temos atletas de ALTA COMPETIÇÃO que antes de uma prova dizem que preferiam estar na cama.

Posso estar enganado mas acredito piamente que os nossos atletas para-olímpicos vão voltar a dar mais valor à bandeira nacional.

Vitor Oliveira

Posted in Desporto | Com as etiquetas : , , , | 6 Comments »

Apito embriagado

Posted by Vitor Oliveira em Julho 10, 2008

Aquele que no ano passado foi considerado o melhor árbitro bielorrusso proporcionou uma das mais caricatas arbitragens de sempre. O triste episódio aconteceu durante um jogo da mais importante divisão bielorrussa. E por mais estranho que pareça, Sergei Chmolik arbitrou o jogo até ao final. Peço desculpa pela incorrecção, tentou arbitrar pois o máximo que conseguiu foi andar às voltas no centro do terreno a apitar de forma errática.

Vitor Oliveira

Posted in Desporto | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

A despedida da “Portuguesa”

Posted by Vitor Oliveira em Junho 19, 2008

“A Portuguesa” disse adeus ao euro 2008. Tendo em conta a quantidade de falhas cometidas a eliminação em nada me surpreende. Impossível haver concentração no meio de tanta euforia. A euforia e os erros que se cometeram, desde cedo, deixavam antever este final.

Scolari pediu a Cristiano Ronaldo para não falar do seu futuro durante o euro. Compreendo a decisão! Mas, não consigo entender que Scolari, após pedir descrição a Ronaldo, permita que seja o seu futuro a destabilizar o grupo. Apesar de não ter sido Scolari a antedizer qual seria seu futuro podia ter pedido o mesmo que pediu a Ronaldo.

Talvez agora o “puto maravilha” perceba porque no euro 2004 Podolski foi considerado o jogador revelação e no ano passado o melhor jogador do mundo tenha sido o Kaka. Ronaldo é um grande jogador e tem motivos para ser encasquetado, mas não lhe fica bem. Apesar de ser extremamente talentoso, se não alterar um a sua postura, jamais terá a classe de Figo ou de Rui Costa. Em todos os jogos decisivos Ronaldo apresenta um rendimento medíocre, o que demonstra que o jogador está sob pressão e/ou desconcentrado. E sinceramente, não consigo “ir á bola” com um jogador que escarrou na cara de um adepto e tanto fica abalado ao marcar um golo á sua antiga equipa como faz o mais arrogante dos festejos.

Agora os portugueses vão virar a atenção para o país e provavelmente o Primeiro-Ministro vai processar Schweinsteiger. Com o afastamento da selecção os Portugueses vão continuar a luta para melhorar a qualidade de vida o que poderá levar a uma antecipação das medidas eleitoralistas de Sócrates e conduzir a uns milhões de euros de prejuízo para o estado.

Vitor Oliveira

Posted in Desporto, Sociedade | Com as etiquetas : , , , , , | 2 Comments »

A lei é para cumprir!

Posted by Vitor Oliveira em Junho 4, 2008

                A UEFA fez saber, hoje, que o FC Porto não vai participar na próxima edição da liga dos Campeões.  Sinceramente apoio a decisão! A lei é para cumprir e os crimes para punir. Mas por uma questão de justiça, igualdade e de coerência espero que as outras equipas que possuem os mesmos problemas tenham igual tratamento.

                Apesar da decisão poder sofrer um recurso, de nada deverá valer.  É sabido que o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) demora em média 6 meses a decidir.

                É pena que o castigo surja numa altura em que a equipa vence justamente. Nos últimos anos, clubismos á parte, o FC Porto tem sido o melhor representante português na Europa.  Mas temos de compreender que a lei tem de ser cumprida, e que a UEFA não é a culpada da morosa justiça portuguesa, a UEFA decidiu rapidamente.

Acho considerações de má-fé quem insinua que o Guimarães, Benfica e Belenenses têm algo a ver com esta penalização. A lei já estava elaborada, só se fez cumprir. Não compreendo também o motivo pelo qual o FC Porto não recorreu da decisão do apito dourado. Se não tinha provas, agora que decidiu recorrer, já as tem?

Vitor Oliveira

Posted in Desporto, Leis | Com as etiquetas : , , , | 5 Comments »

O maior erro de Pinto da Costa!

Posted by Vitor Oliveira em Maio 14, 2008

            Após actos de corrupção de alguns clubes do calciocaos a UEFA verificou que havia um défice no regulamento para estas situações e alterou o seu regulamento. Desta alteração resultou o artigo 1.04, al. d) do regulamento da prova, que a ser cumprido em Portugal resultará num afastamento do F.C.Porto da liga dos Campeões.

            Pinto da Costa achou por bem não recorrer da decisão em que o clube sai penalisado em seis pontos pois o clube não perderia o titulo por causa da decisão. Teria sido sensato informar-se de todas as consequências da sua decisão. Ao não pedir recurso da decisão o clube está a aceitar a penalização, ou seja, indirectamente assume as responsabilidades das acusaçoes que lhe são feitas. Será que a UEFA vai manter a sua posição?

Vitor Oliveira

Posted in Desporto | Com as etiquetas : , , , , | 20 Comments »

Voluntariado? Não, obrigado!

Posted by Vitor Oliveira em Abril 30, 2008

Que o associativismo esteja a atravessar uma crise não é novidade. Cada vez menos o ser humano cultiva o espírito de entreajuda. O bairrismo está a desaparecer. Actualmente, é difícil encontrar alguém que esteja disposto a despender o seu tempo em serviço voluntário da sociedade. Ainda para mais sabendo que se atravessa uma crise económica, poucos são os que podem ou querem agir em prol da cidadania sem receber qualquer remuneração.

Mas parece que as coisas não são bem assim. Há dois anos iniciei, em conjunto com Bruno Oliveira, um projecto desportivo que viria a ocupar parte do nosso tempo: a criação da equipa de Futsal Feminino do G.D.C. Lordelo. Uma vez empenhados em levar a nossa causa a bom porto, tivemos algumas vezes de relegar para segundo plano a vida familiar e profissional. Com orgulho percorri, durante estes dois anos, centenas de quilómetros todos os fins-de-semana. Não menos empenhado, Bruno Oliveira deslocou-se várias vezes para Aveiro, durante um trimestre, onde fez o curso de treinador.

No início não foi fácil. Tivemos de reunir apoio de várias pessoas e encontrar patrocinadores. Após um ano de treinos, a equipa tornou-se mais competitiva e, com a ajuda de um director, que foi excepcional na força e dedicação que deu ao projecto, conseguimos entrar no campeonato distrital de Seniores Femininos da Associação de Futebol de Aveiro.

Para além de treinadores e impulsionadores, eu e o Bruno Oliveira éramos directores do G.D.C. Lordelo. No entanto, alguns meses após o inicio da corrente época desportiva, fomos afastados da direcção do clube por o presidente, Vitor Tavares, considerar que as pessoas da área do desporto não poderiam dar o seu melhor à direcção do clube, estando já ocupadas com vários objectivos. Apesar de, na direcção, haver quem nem às reuniões compareça e mesmo assim mantém o seu cargo há vários mandatos, acatamos a decisão. Sabemos que demos o nosso melhor. O único lado positivo é que, com esta decisão, as nossas preocupações e o tempo que teríamos de empregar seriam menores.

Na semana passada, com o encerramento do campeonato, que correu sem actos de indisciplina e onde até superámos algumas expectativas, o presidente do clube decidiu afastar-nos dos cargos que ocupávamos. Foi uma decisão em que confessou não estar só, mas para a qual não deu nenhuma explicação nem transmitiu pessoalmente a notícia. Como se não bastasse, afirmou em reunião (na qual não éramos autorizados a estar presentes) que caso a equipa técnica tentasse levar as jogadoras para outra equipa do concelho estava proibida de realizar o seu trabalho no Pavilhão Ilídio Pedro, apesar do protocolo assinado com a Câmara Municipal.

Após tanto esforço e tanta dedicação, sem nenhum proveito económico, somos assim postos de parte sem qualquer explicação, sem nenhum agradecimento e ainda por cima com a proibição de voltar a fazer o que gostamos num clube ao qual demos tudo o que podíamos.

Vitor Oliveira

Posted in Desporto, Sociedade | Com as etiquetas : , , , | 5 Comments »

Benfica encontrou o culpado!

Posted by Vitor Oliveira em Abril 29, 2008

\ 

O Benfica decidiu participar de Lucílio Baptista á Liga de Clubes. Há que encontrar um Bode expiatório para o que de mal tem acontecido ao clube. Talvez se deva também fazer uma participação a UEFA, mas neste caso do Cardozo e do Binya.

Porque não assumir os erros?  Não é de esperar evolução a quem não consegue fazer uma análise crítica. O Benfica encontra a resposta ao fracasso maioritariamente fora de portas. Das duas uma: ou o clube é gerido de fora para dentro, e assim justifica-se que os “bodes” estejam de fora; ou existe alguma cobardia em assumir responsabilidades.

Vitor Oliveira

Posted in Desporto | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »